Confusão de nomenclaturas: o que é iPhone “4G”?

O que você vê abaixo é apenas um exemplo de conceito de iPhone 4G dentre os trocentos já produzidos por usuários/designers do mundo todo:

Mas não vamos nos focar na imagem em si, que já foi tema de discussão em outro post do MacMagazine. O debate da vez, proposto pelo TUAW, é explicar a confusão de nomenclaturas criada a partir do lançamento do iPhone 3G.

Enquanto só existiam iPods, com exceção das linhas paralelas (mini, nano, shuffle, etc.), nós sempre nos referíamos aos aparelhos pelo número da geração, por isso era muito comum que abreviássemos “iPod de segunda geração” como “iPod 2G” — e ninguém nunca se importou com isso.

No caso do iPhone, a confusão existe porque as redes de telefonia celular seguem o mesmo padrão de nomenclatura. Atualmente navegamos em redes 3G e futuramente chegaremos a redes 4G, mas muita gente também prefere se referir aos diversos modelos de iPhone pela sua geração. Conosco, do MM, não é diferente.

Todo mundo sabe e espera que a Apple lance um novo iPhone daqui até o meio do ano, mas uma quase certeza é que ele não terá, ainda, um chipset compatível com redes de telefonia celular 4G. Isso porque elas ainda estão em estágios embrionários de implementação — e ainda em poucos países, como Japão, Coreia do Sul, Noruega, Rússia, Suécia e Taiwan.

Ao mesmo tempo, o próximo iPhone marcará a chegada da quarta geração do smartphone da Apple. Daí a explicação para vermos tantos mockups, sites e blogs se referindo a ele como “iPhone 4G”. Não é que esteja errado; porém, até a Apple anunciar o nome oficial do novo aparelho, o melhor é compreender a confusão e saber separar uma coisa da outra.

Como será o nome do próximo iPhone, portanto? Temos alguns palpites:

  • iPhone 4G
  • iPhone 4GS
  • iPhone 3GS Plus
  • iPhone Maxi
  • Super iPhone
  • iPhone Ultra
  • iPhone Pro
  • iPhone Video
  • iPad mini

Alguém aposta? 😉

Posts relacionados

Comentários