Apple A4 também pode ser baseado em mesma edição da arquitetura existente no iPhone

Chip Apple A4

Contrariando o que se esperava do Apple A4 nas primeiras informações levantadas após o lançamento do iPad, o Ars Technica afirma que o chip é baseado na mesma edição da arquitetura ARM existente em iPhones/iPods touch, a Cortex A8. O site cita fontes confiáveis (porém anônimas) na sua análise do componente, mas, julgando que o chip possui uma frequência de operação de 1GHz, esperava-se que ele fosse uma variante de um processador ARM com dois núcleos, baseado na arquitetura Cortex A9, lançada em meados do ano passado.

Publicidade

Além disso, mesmo com os principais membros da turma de engenheiros da PA Semi estando fora da Apple, a matéria também sugere que alguma experiência técnica da companhia foi usada para oferecer maior eficiência energética ao A4, o que justificaria a duração de dez horas da bateria do iPad. No entanto, fazendo uma conta simples e sem se basear em detalhes, conclui-se que o chip é apenas 67% mais veloz do que um processador de iPhone 3GS, uma diferença considerável, mas que deve ser bem maior para uma tablet — e para os tipos de aplicativos que ela é capaz de rodar.

Se as informações levantadas pelo Ars estiverem corretas, e provável que a Apple esteja explorando técnicas de otimização de software muito mais avançadas para arquitetura ARM do que antes, visando acelerar o sistema operacional do iPad e seus aplicativos ao máximo possível. A matéria também sugere que a empresa estaria aproveitando recursos de processamento por dispensar outros componentes, como sensores de imagem para uma câmera, por exemplo.

Recentemente, também ficou claro pela própria documentação da Apple que o A4 usa uma tecnologia gráfica integrada similar à de iPhones e iPods touch, mas que provavelmente é bem mais eficiente para tirar proveito de alta resolução e gráficos 3D avançados.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…