FileMaker Pro 11 aprimora criação de gráficos e acelera produtividade no trabalho com bancos de dados

A FileMaker, subsidiária da Apple, anunciou hoje a disponibilidade do FileMaker Pro 11, mais uma grande atualização para o seu popular aplicativo profissional de criação e edição de bancos de dados para o Mac OS X. Ela prossegue um trabalho iniciado por sua desenvolvedora na versão 10 (lançada há pouco mais de um ano) e facilita a execução de tarefas, além de agilizar várias operações e oferecer enormes ganhos em qualidade visual para gráficos e relatórios.

Os recursos de gráficos e relatórios foram remodelados para tornar a geração de conteúdo mais rápida e intuitiva, podendo ser usados com estilos já existentes para avaliar informações que você já tenha acumulado em seus bancos de dados. Eles podem ser usados dinamicamente, de forma que o usuário mude o foco das análises como quiser e os resultados dos gráficos e relatórios sejam atualizados em tempo real, correspondendo exatamente às suas alterações no banco de dados.

Também foi adicionada com esses recursos a função Quick Reports (Relatórios Rápidos), que podem ser gerados instantaneamente sempre que o usuário precisar definir informações como totais e subtotais, em um estilo de planilhas — como no Numbers ou no Excel. Para tornar o acesso a esses recursos bastante simplificado, a empresa criou um novo assistente centralizado para gráficos e relatórios, que também oferece a oportunidade de publicá-los na web assim que ficarem prontos.

No geral, o processo de criação e utilização de bancos de dados foi aprimorado como um todo, trazendo uma variedade de novas ferramentas. Dentre elas, destacam-se busca por campos em formulários e tabelas num estilo similar ao iTunes, um novo Inspector (Inspetor) para controlar objetos e propriedades de tabelas e formulários num único lugar, marcadores para identificação de campos automatizados e um conjunto de Solutions (Soluções) para monitorar informações como detalhes de produtos e clientes.

Para usuários mais avançados, o FileMaker Pro 11 também oferece melhorias para criação e edição de roteiros dentro de bancos de dados, além de ferramentas profissionais de colaboração. Merece destaque, por exemplo, o recurso Snapshot Link, que registra uma determinada busca com um certo visual e layout e permite que ela seja enviada em um arquivo para qualquer usuário conferir aos mesmos dados em seus respectivos bancos de dados, registrando alterações em tempo real.

Outras edições avançadas do aplicativo também ganharam recursos específicos. A edição Advanced, por exemplo, oferece ferramentas avançadas para analisar e criar roteiros, bem como operações de copiar e colar para funções dentro dos bancos de dados. Já a Server oferece um modo de visualização para analisar problemas nos dados inseridos, além de opções avançadas para backup e acesso a bancos de dados via rede local e/ou corporativa.

O FileMaker Pro 11 pode ser adquirido agora no site da sua desenvolvedora, seja na edição Standard (US$300/US$180 como upgrade), Advanced (US$500/US$300 como upgrade) ou Server (US$1.000/US$600 como upgrade). São elegíveis para o preço especial todos os usuários que adquiririam a versão 8.x ou superior do aplicativo no passado. Para todas as edições, as versões 10.5.7 e 10.6.2 do Mac OS X são as mínimas suportadas no Leopard e no Snow Leopard, respectivamente.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários