Pink Floyd vence batalha contra a EMI; músicas soltas não poderão mais ser vendidas na iTunes Store

Membros da banda Pink Floyd

É incrível como a justiça (não a brasileira, claro) às vezes age rápido: no começo desta semana, a banda Pink Floyd entrou com um processo contra a gravadora EMI, acusando-a de violar royalties e contratos de distribuição de músicas ao disponibilizar seus trabalhos para venda individual em lojas como a iTunes.

Membros da banda Pink Floyd

Hoje, o juiz encarregado do caso em Londres (Inglaterra) já deu o veredito, ficando do lado do Pink Floyd. A partir de agora, músicas da banda não poderão mais ser distribuídas soltas na internet e nem usadas como ringtones. Quem quiser curtir o trabalho do Pink Floyd, terá que adquirir seus álbuns completos.

Além dessa determinação, o juiz obrigou também que a EMI pague 40 mil libras esterlinas ao Pink Floyd somente em custos interinos. A multa completa ainda está sendo definida.

Como fanático por Pink Floyd, entendo completamente a indignação dos produtores e membros da banda acerca dessa questão e os apoio na íntegra. A EMI, vale observar, é parceira do Pink Floyd desde 1967.

[via BBC News]

Posts relacionados

Comentários