Patente capaz de trazer problemas para qualquer fabricante de smartphones modernos foi criada por membros da Apple e do Google

Uma patente importante vinda de uma empresa quase desconhecida foi aprovada há dois dias nos Estados Unidos, podendo colocar várias fabricantes gigantes de smartphones modernos em risco. Ela descreve métodos para manipulação de sistemas computacionais com base no uso de um dispositivo em diferentes orientações reconhecidas por sensores (acelerômetros), um recurso que foi praticamente introduzido pela Apple com o iPhone e hoje é usado por dezenas de milhares de aplicativos, isso sem falar sistemas móveis e aparelhos.

Publicidade

O invento está agora nas mãos da Durham Holdings LLC, podendo ser usado em processos contra praticamente qualquer empresa que usa essa tecnologia em softwares ou aparelhos, incluindo gigantes como Apple, Nokia, Palm, HTC e outras. No caso da Maçã, há patentes que cobrem as funções em questão, mas os documentos foram registrados muito tempo depois da iniciativa de autoria da Durham Holdings — após o iPhone começar a ser vendido pela primeira vez, inclusive.

Contudo, o aspecto mais curioso desse assunto é que os dois inventores desta patente não trabalham na tal Durham Holdings. Chris Uhlik trabalha no Google, enquanto John Orchard é gerente de engenharia da Apple. Será que podemos prever uma briguinha boa pela autoria de um invento tão decisivo no cenário móvel? Ou será que o Google e a Apple criaram essa empresa por debaixo dos panos para não se mostrarem tão amigáveis para o público?

Publicidade

[via Electronista]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…