Conheça Richard Misrach, o criador do papel de parede padrão do iPad

Pyramid Lake (at Night), 2004

Imagine que você é um fotógrafo, mas que nunca conseguiu licenciar uma imagem para uso comercial. Agora imagine que sua “primeira vez” nessa situação envolve justamente “um produto mágico e revolucionário” lançado por uma das maiores empresas de tecnologia do mundo. Parece um sonho? Pois Richard Misrach deve estar se beliscando até agora.

Pyramid Lake (at Night), 2004

A imagem acima te lembra alguma coisa?

Misrach já tinha exposto seus trabalhos em várias galerias, quando foi contatado pela Apple a respeito do uso de dez de suas imagens como wallpapers. Contudo, após examinadas as fotos, nenhuma foi selecionada. Até aí, tudo bem, mas eis que, do nada, o pessoal de Cupertino o contata novamente via email com uma proposta de uso exclusivo da fotografia acima por cinco anos na função de screensaver e outros. Claro que nada foi dito sobre o iPad, então quando _isto_ aconteceu…

…todo mundo que conhecia o trabalho de Misrach ficou estarrecido. O próprio fotógrafo, que na ocasião estava vendo Bastardos Inglórios, teve que reavaliar sua concepção de realidade, segundo contou em uma entrevista ao ARTINFO.com. “O engraçado nisso é que por muito tempo eu mesmo usei essa imagem como papel de parede, então imagino que [o pessoal da Apple] deve saber o que está fazendo”, disse ele.

Claro, essa maravilhosa foto de longa exposição (tirada em 2004, numa reserva indígena) tem sua desvantagem como imagem de fundo num gadget tão idolatrado quanto a Apple tablet: assim como a maçã brilhante da inicialização já assustou alguns donos de iPhones/iPods touch, o caminho das estrelas na tela do iPad deixou certos usuários com muito medo de terem sido “sorteados” com uma tela riscada.

Parabéns, Richard! Já que o acordo com a Apple não prevê que ela lhe dê crédito pela imagem, estamos aqui para reconhecer seu trabalho. 🙂

[via TUAW]

Posts relacionados

Comentários