Analista acredita que número de iPads vendidos divulgado pela Apple está abaixo da realidade

iPad deitado e de lado

É, nem um pronunciamento oficial da Apple parece satisfazer analistas. Brian Blair, da Wedge Partners, disse ontem que os 300.000 iPads divulgados servirão apenas para reduzir as expectativas de investidores, que mais tarde voltarão a se surpreender com a performance da companhia.

iPad deitado e de lado

Segundo a própria Apple explicou, os 300.000 iPads vendidos compreendem pedidos entregues aos consumidores em suas residências, unidades distribuídas a canais parceiros e vendas em Apple Retail Stores — no sábado, 3 de abril.

Eis o que isso *não* inclui:

  • Pedidos de iPads Wi-Fi+3G, que só serão entregues até o final do mês.
  • iPads comprados mas não entregues, como a grande leva prevista para 12 de abril (desde 27 de março, os estoques iniciais já teriam acabado).
  • Vendas de Apple Retail Stores e lojas da Best Buy no domingo (4/4).
  • E, é claro, tudo o que a Apple vender de iPads a partir de ontem, segunda-feira, quando o país voltou do feriadão da Páscoa/Semana Santa.

Para Brian, um número mais próximo da realidade, considerando tudo isso, são 600.000 unidades — sim, o dobro. É possível que a Apple revele uma quantia “atualizada” no próximo dia 20, quando divulgar seus resultados financeiros do trimestre fiscal corrente.

[via Barrons.com]

Posts relacionados

Comentários