Apple atualiza termos de uso do iPhone Developer Program e começa ataque ao desenvolvimento de apps via Flash

iPhone SDK 4.0

A Apple mudou uma seção nos termos de uso do iPhone Developer Program que certamente deixará algumas empresas preocupadas sobre o futuro de seus aplicativos na App Store. Uma atualização na seção 3.3.1 do acordo indica que os softwares criados com base em uma ferramenta intermediária ao kit de desenvolvimento da Apple não serão mais aceitos na loja para venda.

Publicidade

Anteriormente, tal seção apenas impedia que APIs privadas fossem usadas em aplicativos, conforme descrito a seguir:

3.3.1 — Applications may only use Documented APIs in the manner prescribed by Apple and must not use or call any private APIs.

Mas agora a mesma seção está escrita da seguinte forma nos termos de uso do iPhone SDK 4:

Publicidade

3.3.1 — Applications may only use Documented APIs in the manner prescribed by Apple and must not use or call any private APIs. Applications must be originally written in Objective-C, C, C++, or JavaScript as executed by the iPhone OS WebKit engine, and only code written in C, C++, and Objective-C may compile and directly link against the Documented APIs (e.g., Applications that link to Documented APIs through an intermediary translation or compatibility layer or tool are prohibited).

Impedir o uso de ferramentas intermediárias ao próprio SDK é o primeiro ataque da Apple contra os desenvolvedores que usam outros aplicativos para exportar binários prontos para o iPhone, como é o caso dos atuais Unity, Mono Touch e GameSalad. Mas a coisa é pior ainda para quem esperava contar com o Flash Packager para iPhone na Creative Suite 5, visto que apps criados com ele também serão identificados e barrados pela App Store a partir de agora.

Assim, o evento de hoje também serviu para acabar com um dos pontos fontes da próxima geração de apps profissionais da Adobe, que será lançada apenas na semana que vem.

[via Daring Fireball]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…