Keynote iPhone OS 4.0: Apple anuncia iAd, sua plataforma de publicidade móvel

Foi Steve Jobs quem subiu ao palco para apresentar a sétima e última grande inovação do iPhone OS 4.0 a ser destacada hoje: o iAd. Trata-se de uma nova plataforma de anúncios integrados a aplicativos nativos do smartphone com tanta integração ao sistema operacional que chega a fazer das propagandas pequenos aplicativos dentro dos aplicativos — na verdade, Jobs chegou a mencionar que a publicidade móvel atual “é uma porcaria” (ai, Google) e que, em smartphones, as pessoas não usam busca, e sim apps (AI, Google).

Apontando a situação atual do sistema de anúncios, Steve trabalhou com um pouco de matemática: em média, usuários passam 30 minutos por dia em apps; com uma exibição a cada 3 minutos, anúncios são veiculados 10 vezes por dia, por aparelho. Faltando pouco para atingir 100 milhões de iPhones e iPods touch vendidos, isso contabilizará 1 bilhão de impressões por dia!

Enquanto muitos anúncios na web recorrem à interatividade para chamar a atenção dos consumidores, o iAd se focará em adicionar emoção a essa interatividade. Para começar, enquanto um anúncio móvel tradicional finaliza o app em que você se encontra, o iAd mantém você dentro do aplicativo, pronto para retomar a atividade.

“Por estar inserido no iPhone OS, descobrimos uma forma de fazer vídeo e conteúdo interativo sem tirar você do app”, disse o CEO da Apple. Inserir o iAd em seus aplicativos será “trabalho para uma tarde”, e a divisão de lucros na plataforma ficará em 60% para o desenvolvedor e 40% para a Apple, que vende e hospeda os anúncios.

Numa demonstração das capacidades do novo recurso (importante notar: nenhum acordo foi fechado ainda, então as empresas foram utilizadas apenas ilustrativamente), Jobs entrou num app de notícias e apontou um iAd do filme Toy Story 3, da Pixar — e arrancou algumas gargalhadas ao dizer “Eu vi esse filme, ele é muito bom!” A plateia riu mais ainda quando o CEO parou e ressaltou o fato de que tudo no iAd é feito usando HTML5 — aposto como a Adobe não viu graça nisso.

Além de Toy Story, Jobs demonstrou também um mockup de anúncio para a Nike, com vídeo e uma ferramenta de criação de tênis, além de um link para baixar o app da marca na App Store. O terceiro e último exemplo usou a rede de lojas Target num app-anúncio em que, preenchendo um formulário simples, é possível criar um dormitório decorado com produtos — e encontrar, via mapas dentro do anúncio, a loja mais próxima.

Tendo terminado a apresentação dos sete maiores implementos do iPhone OS 4.0, Jobs iniciou uma sessão de perguntas e respostas com os repórteres presentes.

Posts relacionados

Comentários