Governo israelense tenta explicar motivo do banimento de iPads, mas não convence

iPad vendido em loja

O banimento de iPads em Israel continua desde o meio da semana, e agora o governo tenta explicar melhor a sua decisão. Inicialmente, disseram que a potência de Wi-Fi utilizada pela tablet seria incompatível com os padrões europeus, adotados em Israel.

iPad vendido em loja

“As potências de sinais wireless do dispositivo violam leis israelenses e sobrecarregam outros dispositivos wireless em Israel”, afirmou Yechiel Shavi, porta-voz do Ministério de Comunicações.

O problema é que a Apple não inovou em nada nos componentes Wi-Fi do iPad, seguindo padrões mundiais. Israel nunca baniu a entrada de iPhones ou Macs por lá, então qual o caso agora com o iPad?! Alguns dizem que seu sinal Wi-Fi é até mais baixo que o normal, devido à carcaça de alumínio…

Curiosamente, a iDigital — empresa que possui direitos exclusivos de distribuição de produtos Apple no país — é dirigida por Nehemia Peres, filho de Shimon Peres, atual presidente de Israel.

[via WSJ.com]

Posts relacionados

Comentários