Apple registra recorde de receita no Q2 2010 e mais do que dobra as vendas de iPhones

Logo da Apple para miniaturas/destaques

Logo prata da AppleA Apple anunciou hoje seus resultados financeiros do segundo trimestre fiscal de 2010, que terminou no dia 27 de março. A companhia divulgou um faturamento de US$13,5 bilhões (novo recorde no período), com lucro de US$3,07 bilhões — ou US$3,33 por ação diluída.

Os números se comparam a US$9,08 bilhões, US$1,62 bilhão e US$1,79, respectivamente, no mesmo período do ano passado. Sua margem bruta foi de 41,7% — 39,9% a mais que no mesmo período de 2009. Vendas internacionais compreenderam 58% da receita do trimestre.

Nesse período de três meses, a Apple vendeu 2,94 milhões de Macs — 33% a mais que há um ano. As vendas de iPhones dispararam 131%, chegando a 8,75 milhões de unidades. A Apple também comercializou 10,89 milhões de iPods no trimestre — um declínio de 1% em relação a 2009.

“Estamos contentes em divulgar nosso melhor trimestre fora dos períodos festivos, com um faturamento 49% maior e um crescimento de 90% nos lucros”, afirmou Steve Jobs, CEO da Apple. “Nós lançamos nosso revolucionário novo iPad e usuários estão amando-o, e nós temos diversos produtos extraordinários nos planos para este ano.”

“Olhando à frente para o terceiro trimestre fiscal de 2010, esperamos uma receita na faixa de US$13 bilhões a US$13,4 bilhões, com ganhos por ação diluída entre US$2,28 e US$2,39”, revelou Peter Oppenheimer, CFO da Apple.

Uma conferência para divulgação desses resultados financeiros começará em instantes. Quem quiser, poderá acompanhá-la ao vivo em áudio, via QuickTime, a partir das 18 horas pelo horário de Brasília. Posteriormente, o MacMagazine fará uma cobertura completa do que rolar por lá.

Posts relacionados

Comentários