Protótipo do iPhone de quarta geração é dissecado pelo Gizmodo

O tempo presente no título não é muito apropriado: o procedimento de desmonte com certeza já aconteceu faz um tempo e foi publicado ontem à noite pelo Gizmodo, provavelmente só para manter a história correndo e os cliques chegando. É como uma publicação científica: pra que esgotar o assunto com um paper, se você pode engordar seu currículo com 37 trabalhos no mesmo assunto? 😉

Enfim, para os que gostam de ver um pouco do futuro e não suportariam esperar até o time do iFixit colocar as mãos num gadget desses em junho (ou julho?), já podemos ver o próximo modelo do iPhone depois de passar por um desmonte quase completo:

Uma comparação bastante pertinente feita sobre o aparelho é que seus componentes mais parecem as peças de intrincado quebra-cabeças, não sobrando espaço para absolutamente mais nada. Praticamente metade do telefone é tomada pela bateria (que pelo visto _não_ será removível), enquanto a placa lógica fica espremida na outra metade. Há mais de 40 parafusos bem difíceis de remover para desmontar tudo — o que deve ter sido superdivertido de fazer em reverso para montar tudo e devolver à Apple.

Voltando à placa lógica do gadget, a única coisa que me veio à cabeça quando a vi foi o slogan do iPod shuffle: “Impossibly small”. Confira abaixo uma imagem dela em detalhe (seu tamanho em relação ao iPhone pode ser inferido da imagem acima) e a comparação com uma foto da placa do iPhone 3GS sendo desmontado pela iFixit:

E, por falar em iFixit, o Cult of Mac contatou o CEO da empresa de reparos para obter uma opinião profissional sobre as imagens feitas pelo Gizmodo. Eis a resposta dela:

Eh… as fotos são tão ruins.

O Gizmodo me mandou um email perguntando a mesma coisa.

Eu perguntei a eles por que não removeram os (bem removíveis) escudos eletromagnéticos.

[O iPhone] está mais perto da produção do que eu esperava. Eu diria que esta coisa está muito, muito perto.

O que vai ser um porre pra Apple é se ela tiver que cortar características por algum motivo. Claro que protótipos podem ter coisas que estão sob consideração (flash, câmera, etc.). Mas realidades podem forçá-los a remover algo no último minuto, como fizeram com o iPod touch. Tenho certeza de que protótipos do iPod touch tinham câmeras.

Precisava ter esfregado sal na minha ferida, falando das câmeras dos touches? 🙁

Só tenho mais duas coisas a comentar: 1. até eu sabia o que era essa placa de metal cobrindo os componentes, por que os caras do Gizmodo a trataram como algum tipo de protetor de segredos é um mistério, e 2. tomara que esse telefone ainda esteja funcionando maravilhosamente bem, ou o time legal da Apple vai se fartar no sangue da Gawker.

E por que não existe nenhuma imagem da tal tela de “alta definição” mostrando o gráfico Connect to iTunes?!

Posts relacionados

Comentários