Colunista da Vanity Fair tem app para iPhone vetado pela Apple; seria por causa das críticas a Steve Jobs?

Michael Wolff, colunista da Vanity Fair

A Apple rejeitou nesta semana um aplicativo dedicado exclusivamente a agregar colunas escritas por Michael Wolff, da Vanity Fair. A Apple afirma que o aplicativo “não teria conteúdo suficiente para atingir uma ampla audiência”, mas Wolff acredita que o buraco seja mais embaixo.

Publicidade

Michael Wolff, colunista da Vanity Fair

A notícia do veto foi dada pelo próprio Wolff, que constantemente escreve críticas à Apple ou diretamente a Steve Jobs em suas colunas. Daí o motivo de ele achar que essa rejeição possa ser algo pessoal em relação a ele.

Após receber o sinal vermelho da Apple, Wolff manteve a tradição, é claro:

Publicidade

O que temos agora, subitamente, é que [Steve Jobs,] um dos mais temperamentais e paranoicos e estranhos homens de negócio americanos […] está ditando o que você pode e não pode ler.

Ironicamente, boa parte do trabalho de Wolff pode ser acessado pelo app Newser (onde ele bloga), disponível na loja da Apple. Alternativamente, quem quiser poderá continuar lendo tudo o que ele escreve via Mobile Safari.

Achismos de Wolff deixados de lado, a rejeição da Apple neste caso faz um pouco de sentido, mas ao mesmo tempo o que não faltam na App Store são apps sem “conteúdo suficiente para atingir uma ampla audiência”. Por que não aplicar a mesma regra para todos, portanto?

[via Fortune Brainstorm Tech]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…