Após carta de Steve Jobs, CTO da Adobe diz que sua empresa “seguirá em frente”

Adobe Flash Player vs. Apple e Steve Jobs

O clima nos quartéis-generais da Adobe não deve estar nada bom. Depois da carta-bomba publicada por Steve Jobs ontem pela manhã no Apple.com, o CEO da Adobe já deu algumas respostas durante entrevista ao Wall Street Journal e hoje de manhã deve ter levado mais um susto com novas declarações da Microsoft, que também resolveu abraçar de vez o HTML5. Não é à toa que a NASDAQ:ADBE despenca agora 3,4%, cotada a US$33,77.

Adobe Flash Player vs. Apple e Steve Jobs

Logo após a entrevista concedida pelo CEO Shantanu Narayen, o CTO da Adobe, Kevin Lynch, publicou uma rápida resposta à Apple no blog oficial da empresa. O título escolhido? “Moving Forward” (algo como “Seguindo em Frente”).

Num texto rápido, de apenas quatro parágrafos, Lynch reitera o que a Adobe já havia anunciado há alguns dias: a partir de agora, a companhia irá direcionar seus esforços para outros dispositivos senão os gadgets da Apple, focando o desenvolvimento do Flash e do AIR para aparelhos de Google, Research In Motion (RIM), Palm (er… HP), Microsoft, Nokia e outros.

Especificamente, Lynch confirma que a Adobe lançará uma versão preliminar do Flash Player 10.1 para Android durante o Google I/O, em maio. Seu lançamento final está previsto para junho.

Em outras palavras, a Adobe quer deixar claro que não precisa da Apple (e, agora, também da Microsoft). Acho que, no final das contas, ela não poderia se posicionar de uma forma muito diferente dessa.

Eis a carta de Lynch, na íntegra (em inglês):

Moving Forward

This morning Apple posted some thoughts about Flash on their web site. The primary issue at hand is that Apple is choosing to block Adobe’s widely used runtimes as well as a variety of technologies from other providers.

Clearly, a lot of people are passionate about both Apple and Adobe and our technologies. We feel confident that were Apple and Adobe to work together as we are with a number of other partners, we could provide a terrific experience with Flash on the iPhone, iPad and iPod touch.

However, as we posted last week, given the legal terms Apple has imposed on developers, we have already decided to shift our focus away from Apple’s iPhone and iPad devices for both Flash Player and AIR. We are working to bring Flash Player and AIR to all the other major participants in the mobile ecosystem, including Google, RIM, Palm (soon to be HP), Microsoft, Nokia and others.

We look forward to delivering Flash Player 10.1 for Android smartphones as a public preview at Google I/O in May, and then a general release in June. From that point on, an ever increasing number and variety of powerful, Flash-enabled devices will be arriving which we hope will provide a great landscape of choice.

[via CNET News]

Posts relacionados

Comentários