iPad Wi-Fi+3G não é só alegria e vídeos on-the-go: certos apps sofrem limitações graves

Você espera um mês a mais, pega fila, desembolsa US$130 além do preço regular e se submete a pagar US$30/mês pra AT&T, tudo isso só pra poder ver LOST em lugares onde não há Wi-Fi por perto numa tela de tamanho decente. Maravilha, certo? Errado! Olha o que o pessoal do iLounge viu ao tentar visitar a ilha:

Publicidade

O app da ABC, por conta de limitações impostas por acordos comerciais, é restrito a uso em redes Wi-Fi. Sim, é isso mesmo: a emissora precisaria de um acordo à parte para autorizar a exibição de suas séries via redes de telefonia celular, por inusitado que soe.

Bem, pelo menos teremos sempre o YouTube para nos distrair, e ele funciona em redes 3G, além de oferecer vídeo em alta… defini… ção?

Ok, a esta altura começamos a pensar que há algo de podre no Reino da Dinamarca: será que os iPads têm problemas sérios para exibir vídeos baixados de redes 3G? Para este problema, parece que a resposta “It’s not a bug, it’s a feature!” cai como uma luva. Lembremos que o iPhone OS conta com recursos que reduzem a qualidade dos vídeos sendo baixados para otimizar a performance em conexões de baixa qualidade — e, sabendo que iPads usam a rede da AT&T, não é difícil imaginar que qualquer rede Wi-Fi nos EUA é melhor que a rede celular de tal operadora.

Publicidade

Mas nem tudo está perdido: apesar de alguns apps apresentarem problemas (e, se você se deparar com algo assim, já sabe que não necessariamente terá que fazer uma viagem ao Genius Bar mais próximo), outros supostamente funcionam perfeitamente em redes de telefonia celular. Um deles seria o Netflix, mas precisaremos de mais confirmações antes de dizer qualquer coisa em caráter definitivo.

Algum de vocês já testou um iPad com Wi-Fi+3G? Os vídeos em stream foram exibidos satisfatoriamente?

[via TechCrunch]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…