Estratégia de aquisição de empresas da Apple é analisada

Dinheiro e Steve Jobs

Uma matéria publicada recentemente pela Bloomberg.com deu destaque às últimas aquisições divulgadas pela mídia como realizadas pela Apple, incluindo Lala, Quattro Wireless, Intrinsity e, mais recentemente, Siri. Segundo o artigo, todas essas foram negociadas para que ela mantenha uma superioridade com o Google em busca de novidades para o mercado móvel, tanto na venda de gadgets quanto na de aplicativos de terceiros compatíveis com eles.

Publicidade

Oficialmente, ela não dá muitos detalhes de como atua na área de aquisições e usa o seu dinheiro em caixa (atualmente estimado em quase US$42 bilhões), mas aparentemente ela esconde uma estratégia de compra que não permite nem mesmo um anúncio formal de cada companhia adquirida — algo que apenas acontece em caráter extra-oficial, de vez em quando. A Bloomberg nota que elas possuem até mesmo prazos-limite para aceitarem as ofertas impostas pela Apple, a fim de não expor planos ao público sem confirmação.

Essa estratégia aparentemente não foi bem sucedida quando veio a público o rumor de que ela tinha se oferecido para compra da AdMob antes do Google, o que de fato aparenta ter acontecido e a motivou a se fechar ainda mais para a compra de empresas. Depois disso, Lala, Quattro, Intrinsity e Siri vieram como compras de pequeno porte e não aspiram a grandes planos além da oferta de um pouco de experiência em produtos e serviços já existentes.

Publicidade

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…