Apple investiga método para entrega de aplicativos “temporários” a usuários com base em localização

Patente de localização para iPhone

Além de interfaces tridimensionais, outra área em que a Apple tem feito vários investimentos em futuras tecnologias é a de serviços de localização. Uma patente recente da empresa prossegue seus investimentos nesta área por meio da criação de um meio centralizado de distribuição automática de apps, que teria base no acesso a uma rede sem fio privada de algum estabelecimento específico, em uma determinada localização.

O jeito mais fácil de explicar o significado dessa nova tecnologia é analisando o exemplo de um restaurante integrado a ela. Com suporte a um hotspot Wi-Fi interno, estabelecimentos dessa natureza seriam capazes de identificar iPhones que se conectarem a ele para acesso à web e, com isso, distribuir aplicativos “temporários” para os usuários enquanto estivessem em suas dependências. No exemplo em questão, o aplicativo poderia exibir uma versão digital de um cardápio do lugar.

Essa iniciativa também seria interesse para distribuição de produtos confidenciais em empresas privadas. Qualquer decisão tomada por meio deles seria impossível de acessar fora do ambiente corporativo, dando maior segurança às informações que correm riscos se acessíveis a todo o momento por meio de um celular.

O método de distribuição de apps descrito neste invento complementaria os recursos específicos que a Apple oferece para distribuição corporativa de apps móveis e o modo ad hoc, que abrange uma seleção de aparelhos atrelados a uma conta no iPhone Developer Program. Bem interessante, ao meu ver.

[via 9 to 5 Mac]

Posts relacionados

Comentários