Desenvolvedores da App Store revelam dados de vendas de aplicativos e custos de produção

Com dados de 124 desenvolvedores e uma ajudinha do TechCrunch, a rede de informações Appolicious publicou uma estatística de vendas da App Store com produtos de diferentes portes, comercializados a preços variados e em diversas categorias. De todos eles, 96 cederam ainda algumas informações financeiras, o que acabou sendo o foco do estudo.

Publicidade

Todas as conclusões feitas pela Appolicious são apenas médias comuns, mas servem pra dar inspiração a quem não se encorajou a trabalhar com o iPhone OS. Na sua análise, a média de downloads por aplicativo foi 101.024 cópias, num período médio de 261 dias — cerca de 387 apps/dia, se dividirmos um número pelo outro. O preço médio de um app na loja (calculado na pesquisa) foi de US$5,50, já que constaram na lista aplicativos com preços que vão de US$1,00 a US$80,00.

Parece muito, não é? Mas é mesmo: ao remover os dez melhores aplicativos reunidos pela Appolicious, as estatísticas citadas acima caem significativamente, comprovando que o sucesso de todos na App Store ainda é ditado pelo espetacular desempenho de poucos. Isso sugere que a principal missão de um desenvolvedor ao criar um aplicativo é investir ao máximo na sua qualidade, visto que surpreender a Apple na aprovação é a maior garantia de sucesso, o que pode oferecer um espaço de destaque aos olhos de quem vai comprar produtos para o seu iPhone, iPod touch ou iPad.

A importância disso é tão grande que nem mesmo o iPad dá colher de chá em categorias de aplicativos que deveriam se tornar grandes sucessos com a sua chegada. Algumas revistas — como a GQ (da editora Condé Nast) —, que venderam aos milhares no smartphone da Apple, ainda não conseguiram atrair um grande número de usuários na tablet por conta da falta de interatividade que deveria surgir com conteúdos digitais nesse setor — embora esse seja um mercado em evolução para o formato dela.

Para a Appolicious, outra coisa que pode atrair muitos usuários a um aplicativo é o uso de marketing em redes sociais, blogs e sites de tecnologia, mas num curto período de tempo e em um formato bem chamativo. Mais dicas podem ser conferidas no TechCrunch.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…