iPhone ganhou maior atenção no setor bancário, diz Reuters

Como parte do sucesso crescente da Apple em corporações, a Reuters afirma que muita gente no setor bancário começou a dar maior atenção para o smartphone da empresa, de uns tempos pra cá. Uma breve análise sobre o assunto coincidiu com uma iniciativa praticada há algumas semanas pelo banco britânico Standard Chartered, que vem oferecendo aos poucos para todos os seus 75 mil funcionários uma oportunidade (não obrigatória, é bom deixar claro…) de substituir seus BlackBerries por iPhones.

O projeto vem sendo desenvolvido em diversas divisões globais desse banco, mas tende a se espalhar para outros grupos do setor com o passar do tempo. Para profissionais de instituições financeiras, a oferta de aplicativos da App Store exerce pouca diferença no ritmo diário de trabalho, mas o acervo de recursos corporativos da plataforma móvel da Apple atualmente se assemelha bastante ao da Research In Motion (RIM), permitindo que iPhones se comuniquem com diferentes empresas com a mesma flexibilidade que BlackBerries.

No entanto, há áreas em que a Apple precisa mostrar maior evolução, como segurança de dados. A capacidade do iPhone OS de criptografar dados dos aparelhos é considerada inferior e pouco flexível, algo que deverá mudar com o firmware 4.0, previsto para ser lançado em junho.

Posts relacionados

Comentários