Apple pode estar trabalhando em uma remodelação do Final Cut Studio com foco em usuários comuns

Final Cut Pro 7

Com base em pessoas que supostamente conhecem os planos da Apple, o AppleInsider afirma que ela está preparando uma remodelação significativa na sua suíte de aplicativos para pós-produção de vídeo, visando atender melhor às necessidades de usuários que não obrigatoriamente trabalham nesse setor como profissionais. A mudança adequaria todos os aplicativos inclusos no Final Cut Studio para serem aproveitados por pessoas menos experientes, que não queiram tirar proveito dos seus recursos a fundo.

Atualmente, a suíte é uma das mais utilizadas por profissionais do mercado de vídeo, mas ela não estaria cumprindo bem o seu papel em determinadas situações, especialmente fora dos Macs Pro ou dos iMacs mais parrudos produzidos pela Apple. Como a empresa está vendendo muito mais notebooks nos dias atuais, fica claro que os seus aplicativos profissionais também devem se comportar bem em máquinas de menor porte e com monitores de menor resolução, facilitando a tarefa de mover projetos constantemente.

Além disso, todo o processo de evolução dos aplicativos profissionais da Apple ficou bem mais lento no decorrer dos anos. No caso do FCS, o seu último lançamento foi muito bem-recebido, mas a maioria dos usuários possui interesse muito maior em adquirir a versão Express — especialmente durante a encomenda online de um novo Mac.

Se a Apple conseguir melhorar o uso dos seus produtos de vídeo para atender melhor usuários domésticos, teoricamente ela conseguirá atrair a maior parte do seu público para eles (e até descontinuar a edição Express, quem sabe), sem falar em oferecer maior facilidade de uso para os profissionais em operações menos complexas. De acordo com o AppleInsider, quem lidera o desenvolvimento de todos os aplicativos de vídeo da Apple é Randy Ubillos, o mesmo engenheiro que recriou o iMovie para melhor servir aos usuários domésticos da suíte iLife.

Assim como aconteceu com o iMovie, a ideia agora é remodelar o FCS para torná-lo mais fácil de usar por pessoas pouco experientes, que não queiram sempre gastar muito tempo criando vídeos, mas possam aproveitar os produtos profissionais ao máximo quando tiverem conhecimento. Trata-se de um processo que aparenta estar envolvendo muitos projetos de interfaces gráficas, conforme a Apple contrata novos profissionais para cuidar dessa área.

Posts relacionados

Comentários