Intel acredita que terá oportunidades em futuras versões do iPad

Em entrevista para a Reuters, o gerente de vendas e marketing da Intel, Tom Kilroy, afirmou que vê oportunidades para a Intel no futuro do iPad, embora a Apple tenha se comprometido com uma plataforma baseada na arquitetura ARM para os seus atuais handsets. Ninguém pode afirmar com clareza como ela pretende conduzir a sua própria produção de semicondutores nos próximos anos, mas a maior fabricante de processadores para o mercado de PCs aparenta ter planos de convencê-la de que os seus chips para handsets também possuem potencial.

Publicidade

Atualmente, ela não é uma gigante nesse setor: diversas fabricantes usam hardwares baseados em designs da ARM, da qual a Apple também adquiriu licenças no passado. Independentemente disso, a Intel possui um futuro bem definido para a sua linha Atom de processadores, com a esperança de usar a sua próxima geração para dar a fabricantes de dispositivos móveis os melhores recursos para construir bons aparelhos.

Dentre as parcerias que a Intel já possui, também se destacam algumas empresas com intenções de ir a fundo no mercado de tablets, produzindo modelos baseados em chips Atom. “É um mercado bem maior do que apenas a Apple”, disse Kilroy. No entanto, assim como no segmento de PCs, a Intel espera fazer sucesso com seus chips e atrair muitas fabricantes afiliadas à ARM, incluindo a Apple.

Além de falar do mercado de tablets, a entrevista de Kilroy para a Reuters também rendeu alguns comentários animadores sobre o mercado brasileiro, que, na opinião dele, está mudando a visão de negócios das fabricantes de PCs em conjunto de outras economias emergentes na Ásia e na América Latina. Com a enorme popularidade de serviços online comuns, o interesse desses países por PCs poderosos o bastante para tarefas domésticas continua a crescer, devendo ultrapassar as vendas norte-americanas nos próximos anos.

Publicidade

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…