Juiz descarta processo que acusava Apple de “espionar” consumidora através do seu MacBook

Martelo de juiz

Martelo de juizA Apple tem menos um processo com o qual se preocupar: um juiz federal descartou hoje um litígio de US$60 milhões, no qual a consumidora Leslie Carr acusava a Apple de espioná-la através do seu MacBook.

Publicidade

Leslie afirmava que empregados da Apple estariam acompanhando e invadindo sua vida privada como “urubus”, seguindo tudo o que fazia online pelo seu laptop. De acordo com o juiz, a promotoria falhou ao não entregar provas suficientes que comprovassem isso.

A paranoica traumatizada ainda não deixou claro se tentará reunir novas evidências contra a Apple. Por ora, caso encerrado. 😉

[via Reuters]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…