Competitividade de Apple e Google força Microsoft a “planejar mudanças” em divisão de gadgets

Logo em escritório da Microsoft

Alegando possuir fontes com conhecimento dos planos da Microsoft, o Wall Street Journal afirmou ontem que a empresa fará mudanças na sua divisão de gadgets e eletrônicos para usuários, visando reagir ao sucesso do Google e da Apple nessa área. No último trimestre, a maior parte dos ganhos da gigante de softwares nesses setores foi impulsionada pelo Xbox e seus jogos (que são produtos muito bem-sucedidos há bastante tempo), mas os negócios dela não estão bem ao ponto de se equipararem com o console.

Logo em escritório da Microsoft

Devido a isso, a Microsoft estaria planejando mudanças organizacionais em nível superior (ou seja, com relação a executivos e gerentes), para garantir que produtos como o Windows Phone possam reagir ao iPhone OS e ao Android, enquanto o Zune continuaria a competir com iPods em geral. Os progressos com o seu novo sistema móvel surpreenderam usuários e desenvolvedores por todo o mundo, mas, independentemente disso, a divisão de smartphones da Microsoft aparenta estar cheia de problemas.

Para dificultar ainda mais a coisa, o fim do projeto Courier também motivou a realização de re-estruturações, especialmente agora que existem relatos sugerindo o descarte do Windows 7 pela HP em sua tablet Slate e a adoção o webOS, que foi comprado junto com a Palm — embora o negócio ainda não esteja finalizado. No geral, a Microsoft possui um bom posicionamento nas vendas de eletrônicos para usuários, mas a necessidade de mudar os planos internos nessa área busca garantir que ela não perca a atenção dos seus parceiros, algo que se tornou evidente no ramo de smartphones.

O que podemos esperar de tais mudanças? Bom, em um primeiro momento, que alguns funcionários deixarão a empresa: um deles pode ter sido J Allard, um dos maiores contribuidores para o sucesso do Xbox, mas que teria se decepcionado com fim dado pela Microsoft ao projeto Courier. A demissão dele não foi confirmada, mas diversos sites já noticiaram isso como algo oficial.

Posts relacionados

Comentários