Apple, HP e Dell iniciam investigação acerca dos suicídios ocorridos na Foxconn

Trabalhadores em fábricas parceiras da Apple

Apple, HP e Dell são apenas parceiras da Foxconn, mas estão nitidamente incomodadas com o que tem acontecido por lá. Hoje, logo após a confirmação do décimo suicídio nas fábricas chinesas, as companhias anunciaram que realizarão uma investigação formal acerca do assunto. Para isso, elas contarão com a colaboração da Hon Hai Precision Industry Co., que abrirá suas portas para especialistas e até mesmo repórteres.

Publicidade

Trabalhadores em fábricas parceiras da Apple

Um porta-voz da Apple emitiu um comunicado a respeito da situação:

Estamos tristes e irritados com os suicídios recentes na Foxconn. Estamos em contato direto com a gerência sênior da Foxconn e acreditamos que eles estão lidando com esse problema de forma bastante séria. Uma equipe da Apple está investigando independentemente as medidas que eles estão tomando para evitar esses acontecimentos trágicos e continuaremos com nossas inspeções periódicas nas instalações onde nossos produtos são fabricados.

Vamos torcer que esse tipo de matéria se torne cada vez mais rara por aqui (ou, de preferência, inexistente). A China possui hoje uma taxa de suicídio de 13,9 a cada 100.000 pessoas. Daí o porquê de muitos não se surpreenderem com o que tem ocorrido na Foxconn; só ela tem quase meio milhão de empregados.

[via BusinessWeek]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…