Microsoft libera atualizações para o Office for Mac e fala mais da versão 2011

Caixas do Microsoft Office:mac 2008

Coincidindo com a semana da WWDC 2010, a Microsoft lançou atualizações importantes para as versões 2004 e 2008 do Office for Mac. Ambas as edições trazem correções para vulnerabilidades de segurança, mas o update mais recente também traz correções para o funcionamento do dicionário personalizado de correção ortográfica, impedindo o aparecimento de sugestões em idiomas diferentes.

O Office 2004 for Mac 11.5.9 requer o Mac OS X 10.2.8 Jaguar ou superior, enquanto o Office 2008 for Mac 12.2.5 requer o Mac OS X 10.4.9 Tiger ou superior. Ambos podem ser obtidos no site da Microsoft ou através do utilitário AutoUpdate, incluso na versão mais recente da suíte de produtividade da empresa.

· · ·

Entretanto, liberar essas atualizações não foi a única coisa que a Microsoft fez nesta semana. Por meio do seu blog oficial para o Mac, ela detalhou mais alguns pontos importantes sobre o funcionamento geral do Office for Mac 2011, cujo lançamento se aproxima. Duas das maiores preocupações da empresa sobre o assunto não são as novidades para usuários finais, mas sim a compatibilidade do produto com o Windows e seu perfeito funcionamento no Mac OS X.

Por anos, esses dois tópicos eram bem separados nos lançamentos da empresa — talvez você saiba disso melhor do que eu, já que nunca usei o Office for Mac em ritmo constante —, mas ela está trabalhando pesado para eliminar o espaço vazio entre eles. Infelizmente, isso ainda não será possível na versão 2011: enquanto recursos como Macros em VBA e aprimoramentos enormes no tratamento de arquivos do Windows estão chegando (e imagino que eles serão muito bem-vindos), a Microsoft não conseguiu terminar a transição de todos os aplicativos para as APIs mais recentes do Mac OS X, impedindo que eles rodem em 64 bits no Snow Leopard, por exemplo.

Isso não será necessariamente um problema, já que os maiores benefícios do uso de computação em 64 bits vêm na forma de melhorias no desempenho — o novo Outlook for Mac foi criado do zero com tudo que a Apple aprimorou nas últimas versões do seu sistema operacional, ou seja, ele será o primeiro app a tirar proveito disso. Contudo, para os demais produtos da suíte, não existirá muita diferença, já que eles funcionarão bem em versões anteriores do Mac OS X, independentemente de serem 32 ou 64 bits.

O único ponto em que essa conversa gera discussões é na capacidade de os aplicativos usarem mais memória para o conteúdo dos usuários. Conforme já sabemos, o limite dos aplicativos em 32 bits é de 4GB, mas ele ainda pode ser considerado aceitável em praticamente todos os casos nos quais aplicativos de produtividade se encaixam. As únicas exceções são aplicações muito avançadas do Excel (com bilhões de células de dados) e do PowerPoint (centenas de slides com fotos e vídeos em HD), que já são realidade em muitos lugares, mas não fazem diferença para a grande massa de usuários.

Mesmo tendo a possibilidade de usar o Office em 64 bits, muitos usuários do Windows não fazem isso e ainda conseguem maior compatibilidade com versões anteriores do aplicativo. Não há como garantir que todo mundo no Mac OS X se encaixe nesse mesmo cenário, mas, se você tiver dúvidas sobre trabalhar com arquivos gigantes nos produtos da Microsoft, este artigo explica o assunto com mais detalhes.

Posts relacionados

Comentários