Mudança nos termos do iOS referentes a publicidade móvel despertam interesse da FTC [atualizado]

Logo do iAd

Lembra a polêmica acerca do uso de APIs intermediárias/compiladores no desenvolvimento de apps para iPhone, o que acabou inutilizando ferramentas da Creative Suite 5, da Adobe? Pois é, apenas troque alguns componentes dessa história e você vai ter uma continuação: como bem sabemos, a Apple promoveu mudanças nos termos do iOS que, para todos os efeitos e propósitos, impedem a AdMob (pertencente ao Google) de veicular propagandas em apps — que dirá colher informações dos usuários. Assim, mais um projeto alheio foi por água abaixo.

Logos da AdMob e do GoogleIsso já deu o que falar, mas agora, segundo apurado pelo Financial Times, a FTC (Federal Trade Comission) estaria pronta para investigar a situação: caso fique comprovado que a decisão da Apple prejudicará a concorrência e os consumidores, o governo norte-americano poderá intervir para permitir que as atividades da AdMob na plataforma da Maçã continuem. Em outras palavras: exatamente a mesma situação com relação ao caso Flash/compiladores.

As opiniões na internet se encontram divididas: o pessoal da AdMob diz que a decisão da Apple é nociva, mas muitas pessoas acreditam que o Google pediu por isso e que a concorrência no campo da publicidade móvel não será afetada, mas os consumidores vão ganhar por não serem mais “espionados” por plataformas de publicidade. Intervirá o governo para permitir que o Google continue xeretando os usuários do iOS? Dificilmente.

Como diria John Gruber, a AdMob “fez a cama, agora vai ter que deitar nela”. Agora, pra quem diz que o Android é a plataforma móvel do futuro, por que o Google não fica nela e deixa a Apple e seus iAds no iOS, cada um no seu quadrado? Obviamente, empresas independentes poderão anunciar nas duas — mas na da Maçã elas não poderão colher informações à vontade.

Pelas minhas contas, esta vai ser a terceira investigação sobre a Apple: temos o caso dos compiladores, este, da publicidade, e um envolvendo a iTunes Store (esqueci de alguma?). O jurídico da Maçã deve estar fazendo hora extra tresloucadamente, em Cupertino…

[via AppleInsider]

Atualização (12/6)

É oficial: segundo relata o Wall Street Journal, a FTC ficará encarregada de investigar as práticas da Apple em relação à participação de outras empresas no iOS, seja com a criação de compiladores (Adobe) ou com anúncios (Google/AdMob). Houve discussões entre ela e o Departamento de Justiça para decidir quem cuidaria da investigação acerca do assunto — como sabemos, a FTC já angariou conhecimentos acerca do mercado de publicidade móvel enquanto investigava a aquisição da AdMob pelo Google, então ela é a escolha lógica dentre os dois órgãos.

Posts relacionados

Comentários