Como a Apple pode aproveitar avanços do iOS no Mac OS X?

Até segunda ordem, o iOS 4 deverá chegar para os usuários de iPhones e iPods touch ainda hoje e, com base no que vimos nos últimos meses a cada nova versão beta do novo sistema operacional móvel, não há como negar que ele está bem mais robusto e funcional do que nunca, abrindo espaço para muitas possibilidades. Sabendo disso (e lembrando do que alguns especialistas sugeriram após o lançamento do iPad), muitos voltaram a opinar sobre o que a Apple pode fazer para que ele tenha algum aproveitamento no Mac OS X, especialmente após alguns anos desde que as últimas novidades bombásticas apareceram para a plataforma desktop da empresa.

Deve ser ressaltado, antes de começar qualquer discussão sobre o tema, que o iOS não precisa ser necessariamente integrado a um Mac OS (atendendo à vontade de muita gente), pois ambos já são praticamente iguais. Tirando a forma como os usuários e desenvolvedores interagem com as plataforma de aplicativos no nível mais superficial, toda a fundação e as tecnologias nos menores níveis para hardware, serviços, gráficos, multimídia e web são bem parecidas, justificando bem a afirmação da Apple de que Mac OS X e iOS compartilham muito em comum.

Na realidade, o Snow Leopard já recebeu de volta muitos aprimoramentos técnicos que a Apple atingiu ao criar um sistema operacional móvel, como retribuição pelo Mac OS X ter fornecido vários avanços no que diz respeito a criar aplicativos de alta qualidade. Os aprimoramentos no QuickTime, no consumo de energia para novos Macs, a chegada de serviços de localização e os diversos ganhos de desempenho entre o Leopard e o Snow Leopard já mostram que se preocupar com dispositivos móveis de forma a fazê-los funcionarem eficientemente trouxe à tona lições que foram aplicadas nos computadores pessoais.

Por causa disso, a tendência de o Mac OS X e o iOS progredirem juntos e se tornaram cada vez mais parecidos no futuro é grande, dispensando a necessidade de um substituir (ou, como alguns dizem, competir com) o outro. Mas o que resta para isso? Uma App Store? Uma interface touchscreen? Sua opinião será bem-vinda nos comentários! 😉

Posts relacionados

Comentários