Comercial do iPhone 4 dá atenção total ao FaceTime

iPhone 4 rodando o FaceTime

Este vídeo não é inédito para nós, dado que ele foi veiculado na keynote de abertura da WWDC 2010 e ficou em destaque na página da Apple por um bom tempo. Curioso é ver um filme que promove um recurso o qual até quinta-feira passada não “existia” tornar-se o primeiro comercial do iPhone 4.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=bCzzh-nexpg[/youtube]

Dá pra notar algumas coisas, a partir de edição que deixou este vídeo com apenas um minuto de duração (o original tinha o dobro):

  1. A Apple está investindo pesado em “emoção” — um pai viajando e sua família em casa, os avós vendo a graduação da neta, o soldado conhecendo seu filho e um casal de deficientes auditivos dizendo “Sinto sua falta; eu te amo” por telefone. Nada de amigas escolhendo o que vestir e falando, tipo, do bofe que conheceram na balada.
  2. De repente, o iPhone 4 deixou de ser um “faz tudo” e virou um aparelho de um recurso apenas: eu acho esse movimento arriscado/genial. Por um lado, as pessoas menos esclarecidas podem pensar “Ué, ele só faz chamadas com vídeo? E os apps?”; por outro lado, pode ter o efeito de “Além daquele mundo de apps, agora eu vou poder conversar com vídeo?!” Dá pra ver o design novo, mas não se fala nada de tela Retina, chip A4 ou Gorilla Glass.
  3. Esse filme só foi ao ar no domingo! Como assim, foram vendidos quase dois milhões de iPhones sem ter sido gasto um centavo com spots de TV?

Enquanto isso, no outro extremo do espectro, o comercial do DROID X é uma bela porcaria. 😛

Posts relacionados

Comentários