Suposta troca de emails com Steve Jobs sobre problemas do iPhone 4 revela solução a caminho [atualizado 2x]

Esta não tem sido uma semana boa pra mim: de segunda pra terça-feira, a antena do meu iPod touch simplesmente decidiu tirar férias. Eu olhei pra ele, ele olhou pra mim, e perguntei “Tá pensando que tu é um iPhone 4?” Enfim, algumas pessoas estão ficando bem chateadas com a questão de o novo smartphone da Apple ser um péssimo telefone — daqueles que perdem sinal quando são tocados.

Publicidade

Prepare-se para uma bela história conseguida pelo Boy Genius Report — eles dizem ter segurança da legitimidade de tudo, então vamos lá [Atualização: por causa de um erro no post original do BGR, certos trechos deste post foram editados para corresponder à realidade]. Um dos usuários enfadados com a persistente fama de “excelente gadget, péssimo telefone” que o iPhone carrega nos EUA (em parte culpa da AT&T) foi Tom (nome fictício), que, depois de publicar no YouTube um vídeo mostrando o “Death Grip” em seu iPhone 4, foi contatado diretamente pela Apple. A comunicação pedia que ele não considerasse isso um problema, que era tudo “histeria de rumores” e que não publicasse mais vídeos.

Lógico que Tom não ficou muito feliz. O que ele fez? Respondeu para o engenheiro da Apple que lhe escrevera, mas com uma cópia para Jobs:

Quando nos falamos, você não ia me dizer se existe um conserto pra esse telefone?

Um amigo acabou de me mandar isto: http://www.boygeniusreport.com/2010/06/29/leaked-apples-internal-iphone-4-antenna-troubleshooting-procedures/ [no MacMagazine]

Presumo que não haja conserto, então. Se isso for verdade, perdi todo o respeito pela Apple e quero apenas voltar pra Verizon e pegar um bom telefone Android. E não venha me dizer que eles têm os mesmos problemas, todos os nossos colegas com Androids estão zoando com a nossa cara, agora… “Ei, eu vou pro porão continuar minha chamada. Você pode usar meu escritório no segundo andar para receber um sinal.” Você vão matar a marca de vocês por causa de um produto. A Apple está parecendo arrogante e grosseira. Se não existe conserto, digam pras pessoas para elas devolverem os aparelhos. Temos trabalho pra fazer. Eu comprei praticamente todo produto da Apple feito nos últimos 20 anos e esta é a primeira vez em que sinto vergonha de ser um fã do Mac.

Isto está ficando doentio.

O CEO teria enviado uma pequena mensagem de encorajamento (“Não, você está todo irritado por causa de uns dias de rumores. Se acalme.”), à qual Tom respondeu se dizendo insultado, que pedir calma e falar de rumores era arrogante, pois três conhecidos seus tinham iPhones e todos perdiam ligações: “Isto não é um rumor, é a realidade.”

Publicidade

Jobs teria tentado mais uma vez minimizar o dano (“Você deve estar numa área onde o sinal é fraco.”), mas isso só deixou Tom mais irritado: segundo o mapa oficial da AT&T, ele está numa área de cobertura “boa” a “excelente”. Além do mais, o iPhone 4 mostra quatro ou cinco barras de sinal, mas “toque no telefone… ZERO barras, a ligação cai.”

Ok, ok… Neste ponto eu chamaria o pessoal de PR da Apple e pediria socorro. Jobs então teria respondido com duas mensagens distintas, apesar de Tom não ter mais mandado nada mais uma mensagem. Veja só o que o CEO supostamente disse:

Publicidade

Você deve estar usando dados ruins. Não é sua culpa. Fique ligado. Estamos trabalhando nisso.

Enviado do meu iPhone

A isto, Tom respondeu: “Descanse, relaxe, curta sua família. É só um telefone. Não vale a pena.” Zen. Muito zen. E aqui eu volto à minha história, pois senti que essa mensagem também vale pra mim. Depois que meu iPod touch começou a se comportar como um iPhone 4, eu tentei todos os “5Rs” (alguns mais de uma vez) e, por fim, liguei para as assistências técnicas oficiais da minha cidade. Como vocês devem saber, é de praxe que as ATs daqui do Brasil não consertam iPods ou iPhones: elas pegam o produto, mandam pra Apple e o recebem de volta. Por que ter ATs em vez de simplesmente usar os Correios, eu nunca saberei.

Acontece que essas assistências não aceitam aparelhos fora da garantia. O que fazer? Ir a alguma loja sem endosso da Apple? Complicado, principalmente porque os produtos da Maçã não são exatamente “baratos” e os componentes não são do tipo que se compra em qualquer esquina. Sem falar que, depois de um ano e meio de uso, um iPod touch começar a perder componentes é dureza, principalmente sem haver uma solução oficial para esse problema. Meses depois de a garantia acabar, iPods são considerados descartáveis?

Aí eu vi esse email do Jobs Tom: “Descanse, relaxe, curta sua família. É só um telefone. Não vale a pena.” Quer saber? Vou seguir a recomendação dele, não vou me estressar um milímetro de mercúrio por causa disso. Mandei um email pra Apple Brasil comentando o caso (não sei se vão responder, eles não garantem isso), depois posso tentar uma ligação pro 0800 deles, mas já estou conformado: depois de 18 meses usando meu iPod touch pra ler notícias, usar apps e jogar online, ele perdeu a conectividade Wi-Fi literalmente da noite pro dia. Hora de comprar outro.

Publicidade

Claro que isso não está certo. Eu não sou o único com esse problema de antena no iPod touch (valeu, Google!) e acho meio tosco se eu não puder contar com o apoio da Apple para cuidar disso — um componente não pode simplesmente parar de funcionar, como se fosse o “It just works” ao contrário.

Mas é só um iPod velho. Não vale a pena. Assim como é só a confiança dos consumidores na durabilidade e qualidade do hardware. Não vale a pena (e ajuda a vender AppleCare: eu sei que não vou mais arriscar ficar sem).

Caso queira ver o texto integral original das mensagens, em inglês, visite o BGR.

Atualização

O AppleInsider, além de revelar a identidade do “Tom”, afirma que a troca de emails descrita acima foi ofertada entre vários blogs em troca de dinheiro. Isso me lembra um certo protótipo… Enfim, colocar dinheiro na jogada muda um pouco o caráter ético de publicar uma sequência de emails — querendo ou não, é uma comunicação bilateral e, se uma das partes está tirando lucro dessa conversa sem a autorização da outra, as coisas ficam nebulosas.

Como se não bastasse, o BGR realmente mandou mal e trocou as bolas na última mensagem, como bem nos alertou o Jenes (valeu!): todos que comentaram não acreditando que Jobs seria capaz de responder dizendo “É apenas um telefone” acertaram. Não foi ele quem disse isso. Sendo assim… acho que posso esperar que a postura da Apple com hardware defeituoso seja menos filosófica e mais prática do que imaginei inicialmente.

Só que vou continuar sem me estressar com isso, pois a vida é curta pra ficar quebrando a cabeça com certas coisas. 😛

Atualização II (2/7)

E a trama fica mais convoluta! Agora o Fortune Tech chegou com uma bomba: o departamento de relações públicas da Apple teria negado enfaticamente que Steve Jobs escreveu as mensagens aqui exibidas. A mesma informação foi cedida ao Engadget, então ficam duas fontes contra uma.

Ironicamente, há pouco eu pensei o quanto seria épico se todas as mensagens, e não apenas a última, tivessem sido trocadas. Parece que a realidade consegue superar a imaginação, às vezes — e o BGR divulgou os cabeçalhos na íntegra, afinal de contas a credibilidade dele (que nunca foi pequena) está na linha.

Já que as coisas estão nesse pé de incerteza, saiamos do modo indicativo. 😛

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…