Especialistas sugerem que a Apple ainda precisa de acordos com gravadoras para serviço de streaming de músicas

iTunes Store, da Apple

A Apple pode até estar com um serviço de streaming de músicas em desenvolvimento, mas legalmente as coisas ainda não estão acertadas, conforme sugere um especialista da CNET News. Segundo conversas que ele teve com fontes nas quatro maiores gravadoras do mundo, ainda serão necessários diversos acordos com essas e outras empresas para distribuição do catálogo da iTunes Store através do novo modelo de negócio.

iTunes Store, da Apple

Como a empresa por trás da loja costuma manter esses detalhes em segredo ao máximo possível, é provável que muitos executivos de gravadoras ainda não tenham visto nada sobre a sua migração para um serviço online, mas isso deverá acontecer uma hora ou outra, no caso de ele estar mesmo em processo de lançamento. Embora a Apple já tenha adquirido uma empresa que já fizera negociações para uso de músicas via streaming, ela não poderá usar os contratos já existentes.

No momento, a única coisa com fortes chances de aparecer em breve para iPods e o iTunes no desktop é uma facilidade para streaming de mídia a partir de computadores — que já foi confirmada por Steve Jobs, inclusive. Quanto a obter esses conteúdos a partir de servidores na web, infelizmente as coisas serão mais demoradas, pelo jeito.

Posts relacionados

Comentários