Apple responde a fraudes ocorridas em contas na iTunes Store e recomenda que usuários revejam suas informações bancárias

Steve Jobs e App Store: boom!

Depois da confusão ocorrida no último final de semana com relação a fraudes de contas de usuário na iTunes Store, a Apple cedeu hoje ao Engadget uma resposta oficial sobre o assunto, confirmando a retirada de todo o catálogo de produtos do desenvolvedor envolvido da App Store, em conjunto do cancelamento da sua inscrição no programa de desenvolvimento da empresa. Ele aparenta ter conseguido acessar as informações bancárias de milhares de pessoas e as utilizou para aumentar a audiência de seus apps pagos, causando um prejuízo estimado em US$1 milhão.

Steve Jobs e App Store: boom!

A Apple aproveitou ainda para esclarecer aos usuários da App Store que nenhum dos seus desenvolvedores registrados recebe informações de clientes a cada download de aplicativos, de forma que nem todos precisarão se preocupar com este incidente de fraude. No entanto, para aqueles que perderam dinheiro como resultado dela, a empresa recomenda que suas respectivas informações bancárias e os dados cadastrados na iTunes Store sejam revisados e atualizados o quanto antes, para evitar novos prejuízos.

Para o caso de dados de cartões de crédito, a situação é um pouco complicada, pois os usuários afetados pela fraude devem cancelar o cartão comprometido por ela e solicitar um reembolso sobre compras que não teriam sido efetuadas de forma legal; trata-se de algo difícil de fazer no caso de uma loja online, mas possível. Há relatos de algumas pessoas que teriam perdido créditos na iTS obtidos com cartões de presente (Gift Cards), mas a Apple não explicou como procederá de forma geral nesses casos.

Posts relacionados

Comentários