McAfee lança duas novas soluções de segurança para Macs, mas uma não suporta o Safari… hã?!

Isso o que eu chamo de entrar com o pé esquerdo: foi anunciado hoje o lançamento do McAfee Internet Security para Mac OS X, um produto para tornar sua navegação mais segura. Contanto que você não use o navegador padrão da Apple, nem qualquer outro cujo nome não comece com Fire- e termine com -fox (versão 3.0 ou supeior).

Freedom from pr0n!!11!!ONE!11!!!

Ok, se eu quiser muito, eu posso infectar meu Mac com um trojan ou coisa do tipo: é fácil! Basta eu tentar piratear algum software, ou posso acessar sites pornográficos esquisitos. Daí eu só preciso instalar o malware, digitando nome de usuário e senha de um administrador do Mac, e não tem passo 3! Isso certamente torna um produto de US$80 (válido por um ano, para um Mac) imprescindível. Especialmente se ele é feito por uma empresa que recentemente fez muito profissional de TI arrancar os cabelos. Eu disse que ele não suporta o Safari?

Pelo menos o McAfee Family Protection suporta o navegador nativo do Mac OS X, seja sua versão 4.0 ou superior (além do Firefox 3.0 ou superior)! Por apenas US$30/ano (para até três Macs), pais que não sabem usar os controles parentais do sistema operacional podem aprender a usar o sistema da McAfee para controlar melhor o que seus filhos acessam. Para não dizer que este produto não faz nada além do que o sistema operacional já traz, ele manda alertas por email quando uma criança tenta acessar um site impróprio e sua proteção se estende a iPhones e iPods touch, se você comprar um app separado de US$20. Oh, espera… os controles parentais já fazem essa última parte e vêm no iOS.

Ambos requerem o Mac OS X 10.5 ou superior e, além de um período de testes de 30 dias, têm uma política de devolução do seu dinheiro até 30 dias depois da aquisição — contudo, depois de acabado o período de um ano de uso, eles devem ser adquiridos novamente (não há planos com desconto para renovação, ainda).

Agora, cá pra nós, a McAfee podia ter se empenhado um pouquinho mais, né? Não suportar o Safari… tsc.

[via Computerworld e MacStories]

Posts relacionados

Comentários