Mary Jo Foley, blogueira especialista em Microsoft, rendeu-se à magia do iPad

Pois não é que a tablet da Apple é mágica mesmo? Sim, pois só com poderes cósmicos fenomenais para atrair o interesse de alguém como Mary Jo “I’m a PC” Foley, blogueira especialista em “tudo sobre Microsoft” da ZDNet. Num artigo em que conta por que tomou essa decisão, Foley explica que o iPad é o seu primeiro produto da Apple e elucida as razões para isso.

Publicidade

Não é que sua especialidade em falar da Microsoft a proíba de ter produtos da concorrência: é uma questão filosófica. Foley nunca gostou de usuários de produtos da Apple ou, pior ainda, com fanboys. Interações “negativas, hostis ou condescendentes” a teriam feito criar horror a tudo o que fosse ligado à Maçã. Por que entrar no barco agora, e justo com o iPad?

É simples, eu não consegui encontrar um PC que oferecesse o que o iPad oferece. Laptops com Windows são poderosos, versáteis e relativamente baratos, se comparados às ofertas da Apple. […] Mas nenhum deles tem autonomia fantástica, inicialização rápida, forma ultraprática, uma interface feita pro toque (em vez de sobreposta a uma interface pra mouse e teclado) ou uma loja de apps embutida. A Microsoft prometeu que seus parceiros teriam tablets legais rodando o Windows 7 chegando neste ano. […] Se eu sentisse que há uma tablet com Windows saindo neste ano, eu ficaria feliz em evitar a compra do iPad.

Foley adquiriu um iPad com Wi-Fi+3G de 16GB e, uma semana depois da compra, está adorando o gadget. Mas, para não dar o braço a torcer, ela tem umas reclamações: a limitação a usar o Safari e o iTunes a incomoda (ela queria o Internet Explorer *choque*, o Firefox e o software do Zune portados para o iPad), assim como todo mundo nos EUA, ela não gosta da limitação à AT&T e, por fim, gostaria que alguém escrevesse um livro “iPad for Windows DUMMIES”, pois não acha a interface do iOS tão intuitiva a ponto de não precisar de um manual para quem passa a vida toda no sistema da Microsoft.

Por fim, Foley acredita que as incursões da tablet da Maçã em ambientes empresariais devem ser o pior pesadelo da gigante de Redmond, e que pode acabar sendo preciso criarem aplicativos do Office para iOS. Repito aqui a pergunta com a qual ela encerra o artigo: existe alguma tablet com Windows 7 (ou Embedded Compact) saindo neste ano ou no próximo que se compare ao iPad?

Publicidade

Não? Irônico, dado que a Microsoft se vangloria tanto de ter inventado as tablets. :-/

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…