Gerente da Apple é preso após aceitar mais de US$1 milhão em troca de segredos da companhia

Apple money (maçã em cima de dinheiro)

Apple money (maçã em cima de dinheiro)Pra quem acha que corrupção só assola a política brasileira, eis uma história triste para a Apple: Paul Shin Devine, um dos seus gerentes globais de suprimentos, foi preso nesta semana após ser descoberto que ele aceitou mais de US$1 milhão de algumas fornecedoras asiáticas de acessórios para iPhones e iPods em troca de segredos industriais da companhia.

Devine e o singapuriano Andrew Ang estão sendo acusados na corte federal dos Estados Unidos por fraude, lavagem de dinheiro e suborno. O esquema montado por eles supostamente envolveria uma cadeia de contas bancárias nos EUA e no exterior, as quais usavam uma companhia fantasma para receber pagamentos.

“A Apple está comprometida aos mais elevados padrões éticos na forma como realiza seus negócios”, afirmou Steve Dowling, porta-voz da firma de Cupertino. “Temos tolerância zero para comportamentos desonestos dentro e fora da companhia.”

A Apple já registrou um processo civil independente contra Devine, o qual trabalhava para ela há cinco anos.

[via MercuryNews.com]

Posts relacionados

Comentários