Telas do Kindle e do iPad são postas num microscópio; veja o comparativo

Telas do Kindle vs. iPad

Entrar numa loja e pegar um Kindle numa mão e um iPad na outra não é muito difícil, e você certamente notará grandes diferenças entre as telas deles — afinal de contas, a do Kindle é de eink, monocromática, enquanto a do iPad é de LED, colorida.

Publicidade

Mas e ampliando isso 26 vezes, com um microscópio? 😉

Telas do Kindle vs. iPad

Publicidade

Achou pouco? Confira a do Kindle ampliada 400x, enquanto a do iPad está aumentada 375x (o máximo para que consigamos enxergar alguma coisa — neste caso, uma série de pontos RGB):

Telas do Kindle vs. iPad

É claro que ver essas imagens não serve para nada além da sanar a nossa própria curiosidade, mas é superinteressante ver as microcápsulas de eink espremidas juntinhas com uma ampliação dessa magnitude. Isso é hoje o máximo que se pôde chegar a simular a impressão em papel, digitalmente.

Publicidade

Há uma extensa e polêmica discussão sobre os males de ler por longos períodos em LCDs, porém é inegável a vantagem de ter uma tela retroiluminada para leituras à noite, no escuro. Com um ajuste de brilho adequado, ela supera as telas de eink — sem dúvida alguma, melhores para ler à luz do dia.

[via Gizmodo]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…