Teria sido o app do Facebook responsável pelo sucesso do iPhone?

Ícone do Facebook

Ícone do FacebookPra variar um pouco, vamos falar de um rumor do passado. 😉 Aqui no Brasil, onde o Orkut é há vários anos a rede social mais popular e difundida, pode soar um pouco estranho, mas segundo David Kirkpatrick contou em uma entrevista ao Motley Fool, a Apple e o Facebook podem ter se tornado empresas praticamente irmãs. Num trecho da entrevista, Kirkpatrick menciona que Mark Zuckerberg estaria passando bastante tempo com Steve Jobs, e tal interesse não seria apenas a admiração que aquele nutre por este: os negócios de ambas as empresas estariam entrelaçados indissociavelmente.

Mas vou te contar algo que eles têm em comum e que é muito importante. O app do Facebook é de longe o aplicativo mais importante tanto no iPhone quanto no iPad. Sem ele, minha opinião é que o iPhone nunca teria se tornado tão importante quanto é hoje. É simplesmente o aplicativo mais amplamente usado. Ele é tão mais utilizado que outros apps que me foi dito por alguém que conhecia os dados — são informações altamente secretas e eu não tenho os números brutos — que mais da metade do uso dos apps para iPhone além dos que vêm no próprio aparelho, como Telefone e Mail, vem do Facebook. E no iPad também é uma imensa, imensa parte do uso. Então, de certa forma, Apple e Facebook estão unidas pelo quadril, e acho que esta é uma razão por que Zuckerberg e Jobs têm passado tanto tempo juntos.

Usuários do Facebook no iOSOooooookaaay… O app do Facebook é responsável pelo sucesso do iPhone. Tudo bem, o aplicativo da rede social tem 99.125.680 usuários e devem existir 100 milhões de gadget com iOS nas ruas, o que ratificaria o palpite de Kirkpatrick. Descontando aparelhos fora de uso, podemos arriscar 100% de adoção: onde houver iOS, lá estará o Facebook.

Mas pense bem: se, num universo alternativo, a App Store nunca tivesse sido lançada e o jailbreak simplesmente fosse impossível de realizar, teria o iPhone ido pro buraco, pela falta de integração com o Facebook, ou as pessoas teriam simplesmente usado o Mobile Safari para interagir com seus amigos? Num mundo sem apps, o navegador é rei — e do iOS é um dos melhores do mercado, tanto que o WebKit dele é empregado em vários gadgets concorrentes. Nesse universo alternativo que propus, Kirkpatrick provavelmente estaria dizendo hoje que “o Mobile Safari é usado primordialmente para acessar o Facebook”: isso tornaria as duas empresas “unidas pelo quadril”?

O Facebook é a rede social mais popular do mundo, tanto que uma pesquisa recente da Nielsen revelou que seus apps são os mais usados em praticamente todas as plataformas móveis existentes! São quadris demais pra unir. 😛 O então iPhone OS foi apenas o primeiro no qual dava pra fazer on-the-go coisas que antes seriam impossíveis ou nem um pouco divertidas, como checar seu status em uma rede social. Nada mais natural, pois, que ele seja usado a toda hora pra saber se alguém deixou um recado pra você ou coisa do tipo. Convenhamos, dizer que o Facebook foi a função matadora do smartphone da Apple é um pouco demais.

E as visitas do Zuckerberg ao Jobs, onde entram? Nesse caso, a resposta é bem óbvia: o Steve não é besta e deve estar explorando profanamente a popularidade do Facebook, integrando o iPhone o máximo possível à rede social, para fazer com sua principal fonte de dinheiro hoje o que ele não conseguiu com o Macintosh. Dominar o mundo!

[via 9 to 5 Mac]

Posts relacionados

Comentários