Patente indica como um iMac pode ganhar uma touchscreen sem virar uma bomba ergonômica

Patente de iMac sensível ao toque

Um dos maiores problemas para aplicar telas sensíveis ao toque em computadores comuns é que, tradicionalmente, suas mãos estão num canto (no teclado e no mouse/trackpad) e seus olhos em outro (na tela). Manter os olhos no teclado cansa o pescoço, manter as mãos na tela cansa os braços, isso sem falar que um sistema operacional concebido para a dupla teclado/mouse não funciona pra interação direta com os dedos, e vice-versa.

Patente de iMac sensível ao toque

Uma patente registrada pela Apple na Europa no começo do ano e encontrada hoje pelo Patently Apple parece resolver toda essa problemática com o simples uso de duas articulações: com um gesto, seu iMac vira uma superfície inclinada acessível ao toque, e o Mac OS X muda completamente de visual para ser mais amigável aos seus dedos. Engenhoso? Sim, e quase mágico!

Patente de iMac sensível ao toquePatente de iMac sensível ao toque

Patente de iMac sensível ao toqueSe posicionado de maneira tradicional, o iMac na patente funcionaria da forma como todos conhecemos e amamos: usando teclado e mouse, ele exibiria uma interface otimizada para um cursor (um “modo de alta resolução”, no sentido de elementos serem pequenos). Quando o usuário reposicionasse o computador, de forma que sua tela fique mais acessível às mãos, o sistema como um todo mudaria para facilitar interações via toque. O cursor do mouse e a barra de menu sairiam de cena, enquanto elementos como ícones poderiam crescer e ficar mais destacados (num “modo de baixa resolução”, ou seja, menos elementos usando mais espaço na tela).

Para perceber a mudança de orientação, o invento propõe o uso de vários sensores, isoladamente ou em conjunto. Um acelerômetro no corpo do computador poderia detectar a direção da força gravitacional, proprioceptores na articulação da base poderiam monitorar seu ângulo, ou até elementos sensíveis ao toque dispostos nas laterais da tela poderiam ser empregados para saber quando o usuário manipula o computador com a intenção de mudar a conformação dele.

Há poucos dias comentamos um conjunto de patentes que fazia uma breve e dúbia referência a MacBooks com telas sensíveis ao toque, mas neste invento é descrito um computador portátil exatamente como os antigos “PCs conversíveis”. Apesar de o sistema aqui proposto para um desktop ser engenhoso e promissor, não digo o mesmo desta proposta para um notebook: enquanto a tela de um iMac ofereceria uma verdadeira mesa de luz para trabalhar de maneira ampla e confortável (adeus, Cintiq?), um “MacBook conversível” seria apenas uma tablet ruim (grande, pesada, frágil na articulação), a não ser que fosse menor e mais leve ainda que um Air.

Quem sabe vejamos este iMac touch sendo lançado logo, como um rumor indicou, ou talvez a Apple espere pelo Mac OS X 10.7 (11?) para fazer uma mudança dessa magnitude. O que você acha?

Posts relacionados

Comentários