Números apontam vendas estagnando na iTunes Music Store, mas apps mais que compensam em lucro

Vendas de apps e músicas; asymco

O asymco publicou hoje um gráfico com informações bem interessantes sobre os negócios da Apple em vendas de aplicativos para gadgets móveis e músicas. Com base em números oficiais e estimativas do preço médio dos apps, já é possível cogitar que a App Store movimente por volta de US$1,8 bilhão em 2010, pouco mais de dois anos desde sua abertura.

Publicidade

Vendas de apps e músicas; asymco

Se a tendência de vendas na loja de aplicativos da Maçã se mantiver durante o ano que vem, não vai ser motivo de espanto vê-la movimentar mais de US$2 bilhões — duas vezes o que Steve Jobs previu alcançar “em algum ponto no tempo”, 30 dias depois das primeiras vendas. Isso o que eu chamo de cautela.

Agora, um pouco de Schadenfreude: note que o gráfico apontando as vendas de músicas sofre uma quebra brutal em setembro de 2009, interrompendo o crescimento nos cinco anos anteriores. Lembra o que aconteceu meses antes disso? A iTunes Store começou a vender faixas por US$1,30 em abril, por causa de pressão externa. Ironicamente, a Apple conseguiu compensar as perdas em um setor (músicas) com os vultosos ganhos em outro (apps), mas e as gravadoras?

Aqui se faz, aqui se paga.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…