Google e Adobe comemoram novos termos do iOS; o que a FTC acha disso?

Logos da AdMob e do Google

Logos da AdMob e do GoogleUm dos maiores beneficiados pelas mudanças que a Apple promoveu em relação às restrições do iOS foi o Google. Uma das alterações foi a supressão de um trecho referente à coleta de dados por redes de publicidade filiadas a desenvolvedoras de plataformas móveis.

Publicidade

O novo texto diz o seguinte:

3.3.9 Você e Seus Aplicativos não podem coletar dados do usuário ou do aparelho sem o prévio consentimento do usuário, e ainda assim somente para prover um serviço ou função que seja diretamente relevante para o usuário do Aplicativo ou para exibir anúncios. Você não pode usar software de análise em Seu Aplicativo para coletar e enviar dados dos aparelhos para terceiros.

O Google recebeu essa mudança tão bem que publicou em seu blog de publicidade móvel um post festejando a novidade: “Esta notícia é ótima para todos na comunidade móvel, pois acreditamos que um ambiente competitivo é a melhor forma de obter inovação e crescimento em publicidade móvel”, escreveu Omar Hamoui, vice-presidente de gerenciamento de produtos.

Publicidade

Creio ser muito improvável que a Apple tenha tomado essa postura simplesmente pra receber um “You rock!” da gigante de Mountain View: certamente as novidade de hoje farão a FTC repensar, ou até arquivar, o processo de investigação por práticas anticompetitivas no iOS. Talvez por conta dessa investigação a Apple nunca chegou a realmente banir do iOS a rede de publicidade móvel do Google, apesar de seus termos terem “autorizado” isso durante um bom tempo.

. . .

Quem também ficou feliz com as novidades foi a Adobe. Ela liberou a seguinte nota: “Estamos encorajados em ver a Apple suspender as restrições de seus termos de licenciamento, dando aos desenvolvedores a liberdade de escolher as ferramentas que vão usar.” Acho que hoje vimos o fim de duas novelas cheias de drama. 🙂

Publicidade

[via TechCrunch]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…