Projeto piloto na Califórnia vai trocar 400 livros de Matemática por iPads

HMH Fuse Algebra I

A empresa de educação Houghton Mifflin Harcourt anunciou o início de um estudo que vai avaliar a influência de materiais digitais e gadgets na educação de crianças. Durante um ano, 400 estudantes em San Francisco, Long Beach, Riverside e Fresno (quatro distritos da Califórnia, EUA) vão usar a tablet da Apple carregada com uma plataforma própria para ensino de Matemática, a HMH Fuse Algebra I, no lugar um livro didático tradicional.

HMH Fuse Algebra I

O app desenvolvido pela HMH traz todo o conteúdo impresso e mais de 400 vídeos de educadores ensinando cada tópico, além de testes dinâmicos, definições e ferramentas interativas que o aluno pode acessar livremente, de acordo com suas necessidades e ritmo de aprendizado. Esta é uma abordagem bem diferente da adotada pelo Inkling, um app que tira proveito de interações entre estudantes para enriquecer o processo de aprendizado.

“Este é um momento importante. Ele marca a transição fundamental da transmissão impressa de matérias para a digital”, disse John Sipe, vice-presidente de vendas para K-12 [o equivalente ao Ensino Fundamental e Médio] na HMH. O desempenho dos alunos com iPads será comparado periodicamente com o de estudantes que usaram livros tradicionais, para avaliar os benefícios da tablet no processo de aprendizado. Resultados preliminares serão liberados em janeiro, mas os dados finais e as conclusões tiradas deste estudo, que é um dos primeiros do gênero, só deverão ser liberados depois do fim do ano letivo (que, nos EUA, termina por volta de junho).

[via Cult of Mac]

Posts relacionados

Comentários