App companheiro do Parallels 6 é atualizado ao infinito e além, mas continua gratuito

Ícone do Parallels Mobile

Ícone do Parallels MobileVocê deve se lembrar de quando o Parallels 6 ainda era uma visagem nas prateleiras de lojas não-identificadas, não? Naquele tempo eu mencionei que um abandonado app companheiro para iOS poderia ser finalmente atualizado para acompanhar os avanços da nova versão do software para desktops e até trazer uma interface adaptada para o iPad.

Parallels Mobile no iPad e no iPhone

O Parallels 6 chegou às lojas hoje, conforme prometido, e o app? Também foi atualizado — e, pra você ter uma noção do nível de repaginação, ele antes tinha uns 200KB, mas agora pesa 25MB! Sério: a seção “O que há de novo” é quase o triplo da descrição do app em si. 😛

Com o Parallels Mobile [universal; requer o iOS 3.2 ou superior] você pode usar qualquer máquina virtual (Windows, Linux, Chrome OS…) que esteja rodando no Parallels 6 para Mac (seu computador precisa estar ligado, claro), controlando-as totalmente de forma remota, seja via Wi-Fi ou 3G, otimizando o uso para velocidade ou performance.

Parallels Mobile no iPad

Como você pode ver pela lista de comandos acima, a interação com o app foi muito bem pensada, de forma a tirar proveito da tela multi-touch dos gadgets da Apple e fazer o uso de um ambiente desktop não ser tão sofrido sem o uso de um mouse. Eu disse que o app continua gratuito? Ele é quase um bônus para quem tiver a nova versão do programa para desktop: se isso não ajudar a vender aplicativos, eu não sei mais o que ajudaria.

Confira um vídeo dele em ação no iPad:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Z2I-jCY4N9I[/youtube]

Apesar da imensa versatilidade do app, algumas limitações existem: ele não é compatível com a interface Aero do Windows 7, não reproduz sons e algumas aplicações gráficas mais pesadas (vídeos, gráficos 3D ou jogos) podem ficar lentas, dependendo da conexão, ou até nem terem imagem, em alguns casos raros. Mas, acima de tudo, se você usar alguma versão anterior do Parallels, não atualize seu app, pois ele não é retrocompatível.

Imagino os profissionais de TI vendo uma coisa dessas: de repente o iPad ficou muito mais sedutor, não? 😉

[via 9 to 5 Mac]

Posts relacionados

Comentários