NPD Group estima que a Apple poderá vender um recorde de 3,8 milhões de Macs neste trimestre

Logo da Apple em superfície prata de suas lojas

O analista Gene Munster, da Piper Jaffray, teve ontem acesso a novos dados domésticos do NPD Group que apontam para a possibilidade de a Apple bater um novo recorde histórico de vendas de Macs no trimestre fiscal que termina em setembro: seriam 3,8 milhões — 23% a mais que no mesmo período do ano passado e 9,5% a mais que no último trimestre.

Logo da Apple em superfície prata de suas lojas

Essa performance de vendas colocaria a Apple acima das previsões de Wall Street, pautadas hoje em 3,7 milhões de Macs para o trimestre. Os dados de vendas dos Estados Unidos implicam um crescimento, em unidades, entre 21% e 24%. Ao mesmo tempo, segundo dados levantados entre julho e agosto, o preço médio de venda de Macs caiu 2,9% em relação a 2009.

O NPD também traçou previsões para iPods, estimando que a Apple venderá no período entre 10 e 10,5 milhões de unidades. Isso seria equivalente a uma perda de 2% até um crescimento de 3% em relação aos números do ano passado. Todavia, eles são ainda mais obscuros que os de Macs, devido à chegada de novos modelos e à grande participação internacional no mix de iPods — muito maior do que o de Macs.

No geral, a Piper observa que o crescimento internacional da Apple aparenta estar superando o doméstico (dos EUA) em ambos os segmentos de produtos. A firma mantém uma classificação de “sobrepeso” para a NASDAQ:AAPL, com um preço-alvo de US$371.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários