Chegada oficial do iPhone 4 à China deverá ter impacto negativo no mercado paralelo

Loja de Chinatown oferece desbloqueio de iPhones 4
Loja de Chinatown oferece desbloqueio de iPhones 4

Depois de amanhã, segundo noticiamos no começo da semana, a Apple lançará o iPhone 4 oficialmente na China, junto da abertura de duas novas Retail Stores. Muito mais do que em qualquer outro lugar, isso deverá balançar bastante o mercado paralelo de smartphones desbloqueados/importados/contrabandeados.

Loja de Chinatown oferece desbloqueio de iPhones 4
Loja de Chinatown oferece desbloqueio de iPhones 4

Em uma reportagem superinteressante publicada ontem, o New York Times apurou que o número de homens e mulheres chineses comprando iPhones no exterior — principalmente em Nova York, nos Estados Unidos — para revenda na China é enorme. Mesmo pagando um extra para se livrarem das amarras da AT&T, ainda dá pra lucrar com esses aparelhos por lá.

Um iPhone livre de contrato sai por US$600 nos Estados Unidos. Eles são então revendidos para intermediários por US$750, chegando às mãos de consumidores finais por até US$1.000 (já desbloqueados). Esses que ficam em filas acumulando aparelhos podem gerar até US$300 líquidos numa só manhã — bem melhor do que ganhariam com trabalhos assalariados na China.

Com o lançamento oficial do iPhone 4 na terra do rolinho primavera, o mercado paralelo terá que se ajustar aos preços praticados pela própria Apple. Segundo anunciou a empresa, o modelo de 16GB custará a partir de US$750 (também sem contrato) em suas Retail Stores e na rede de varejo da operadora China Unicom.

[via 9 to 5 Mac]

Posts relacionados

Comentários