Executivo declara estar “muito confiante” na integração entre Facebook Ping; será que isso vai adiantar?

Logo do Facebook Connect

Caso você não saiba da novela entre Facebook e Ping, aqui vai um resumo com o que sabemos (que pode ser ou não um reflexo preciso da realidade): mesmo depois de 18 meses de negociações, as empresas de Steve Jobs e Mark Zuckerberg não entraram num acordo sobre a conexão entre as duas redes sociais; mesmo assim, Jobs usou as APIs do Facebook sem o devido licenciamento, o que foi corrigido às pressas, horas depois de o Ping ir ao ar.

Logo do Facebook ConnectPing

Hoje surge mais uma página neste romance de intriga: o Silicon Alley Insider publicou um comentário do CTO do Facebook, Bret Taylor, dizendo estar “muito confiante” quanto à futura integração do novo serviço da Apple com a maior rede social do mundo.

Supondo por um momento que essa integração se concretize, será que vai ser o bastante para tornar a rede social musical da Apple um sucesso de público e vendas? Para Robin Wauters, blogueiro do TechCrunch, não. Apesar de a última atualização do iTunes ter trazido algumas funções essenciais ao bom funcionamento do Ping (para horror de muitos), talvez o que mais lhe falte seja conteúdo que convença uma pessoa a se cadastrar e permanecer usando o serviço.

E, evidentemente, precisamos de uma iTunes Music Store para poder desfrutar dele no Brasil — ou então ver sua expansão para a App Store, o que vier primeiro.

Posts relacionados

Comentários