JP Morgan declara em nota que a Apple tem como “crescer bastante”; projeta AAPL a US$400

Previsões para Q42010 - JP Morgan

Vamos esquecer por um instante que o iPhone poderá chegar a duas imensas operadoras dos Estados Unidos e da China no começo do ano que vem: como fica a situação financeira da Apple aos olhos da firma de análise JP Morgan? Nada mal, com uma projeção da NASDAQ:AAPL de US$400 para dezembro de 2011. A confirmação desse rumor poderia significar um acréscimo de US$2 (11%) aos EPS (earnings per share, ou ganhos por ação diluída) do ano que vem.

Previsões para Q42010 - JP Morgan

Além dessa estimativa, a previsão da receita trimestral que será anunciada no dia 18 próximo foi elevada de US$18,13 para US$18,75 bilhões, com margens brutas de lucro na casa dos 39,5%, podendo voltar a superar 40% tão logo quanto o começo do ano, graças a quedas nos preços de componentes como HDs e memórias NAND flash/RAM.

Boa parte do sucesso da Maçã será oriunda da competitividade do iPad no setor de tablets, em boa parte por causa da necessidade de conteúdo para alimentar esse tipo de aparelho — quesito no qual a Apple é imbatível, com sua iTunes Store. Canibalização de Macs? Negativa: é mais fácil um novo “efeito halo” promover a venda de computadores da Maçã como centros para criação de conteúdo, enquanto a tablet servirá de experiência ultraportátil. Com isso tudo, o iPad deverá vender 4,7 milhões de unidades neste trimestre, totalizando mais de 8 milhões no ano fiscal de 2010.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários