Oppenheimer: Apple ainda não é grande demais para crescer; rumores de iPhone CDMA podem prejudicá-la

Apple Logo Pro

Apple Logo ProYair Reiner, analista da Oppenheimer, liberou hoje uma nota aos investidores destacando uma aparente discrepância entre os ganhos da NASDAQ:AAPL em 2010 e o que era esperado no começo do ano: cerca de 37% e 75%, respectivamente. Sim, a performance da Maçã na bolsa de valores foi inferior ao esperado, e Reiner aponta o receio dos investidores como principal causa.

O problema seria a concepção de que a Apple está ficando grande demais, mas Reiner acredita que os últimos meses foram uma espécie de preparação para superar essa fase e um excelente trimestre a ser anunciado no próximo dia 18 deverá servir de catalisador para recuperar a diferença de quase 40%. Segundo suas previsões, iPhone e iPad devem ter vendido 12 e 4,5 milhões de unidades no trimestre (estimativas estas ainda um pouco conservadoras), e seu novo preço-alvo para a AAPL é de US$345.

Logo da Verizon Wireless num iPhone 4

Uma coisa, porém, pode perturbar esse clima otimista: os rumores de um iPhone CDMA chegando. Reiner declara não ver motivos para a Apple ou a Verizon Wireless lançarem esse produto agora, no meio do ciclo natural de renovação, quando faria muito mais sentido já valer-se das redes 4G no meio do ano que vem. Daí, se nada acontecer, já viu a decepção dos investidores…

Isso não o impede, porém, de manter um tom extremamente positivo em relação à performance da Maçã: “No fim das contas, apesar do tamanho da Apple hoje, ela parece predestinada a crescer mais ainda”, Reiner escreveu. A AAPL opera no momento em alta de 1,58%, cotada a US$293,79.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários