Apple registra recordes históricos de vendas no quarto trimestre fiscal de 2010; receita chega a US$20,34 bi

Logo da Apple para miniaturas/destaques

Logo prata da AppleA Apple anunciou hoje seus resultados financeiros do quarto trimestre fiscal de 2010, que terminou no dia 25 de setembro.

A companhia divulgou uma receita recorde de US$20,34 bilhões, com um lucro líquido de US$4,31 bilhões — ou US$4,64 por ação diluída. Os resultados comparam-se a US$12,21 bilhões, US$2,53 bilhões e US$2,77, respectivamente, no mesmo período de 2009.

A margem bruta da companhia foi de 36,9% — contra 41,8% há um ano. Suas vendas internacionais compreenderam 57% do total da receita trimestral.

No período, a Apple comercializou 3,89 milhões de Macs — 27% a mais que no mesmo período de 2009. A companhia vendeu 14,1 milhões de iPhones — 91% a mais que há um ano. Foram comercializados ainda 9,05 milhões de iPods — 11% a menos que no mesmo período de 2009. As vendas de iPads chegaram a 4,19 milhões de unidades.

“Estamos estupefatos em divulgar mais de US$20 bilhões em faturamento e mais de US$4 bilhões em ganhos pós-abatimento de impostos — ambos recordes históricos para a Apple”, afirmou Steve Jobs, CEO da companhia. “As vendas de 14,1 milhões de iPhones cresceram 91% em relação ao ano passado, habilmente superando os 12,1 milhões de telefones que a RIM vendeu no seu último trimestre. Ainda temos algumas surpresas para o resto deste ano.”

“Estamos impressionados com a performance e força do nosso negócio, gerando quase US$5,7 bilhões em fluxo de caixa de operações durante o trimestre”, disse Peter Oppenheimer, CFO da Apple. “Olhando à frente para o primeiro trimestre fiscal de 2011, esperamos uma receita de cerca de US$23 bilhões, com ganhos por ação diluída na casa dos US$4,80.”

Em instantes a Apple iniciará uma conferência ao vivo, via áudio (QuickTime), para divulgar e comentar estes resultados financeiros em detalhes. O MacMagazine a acompanhará e trará um resumão para vocês até o final do dia.

Posts relacionados

Comentários