Mais lenha: Jim Balsillie, co-CEO da RIM, responde às declarações de Steve Jobs

Jim Balsillie - co-CEO da RIM

Ontem à noite El Joboso participou da conferência de resultados da Apple com gusto, e pelo visto conseguiu gerar uma repercussão enorme pelas palavras duras, diretas e indiretas que reservou a seus concorrentes. Já vimos tweets de Andy Rubin e do fundador da TweetDeck, e agora é a vez da Research In Motion de responder.

Jim Balsillie — co-CEO da RIM

A declaração abaixo foi liberada por Jim Balsillie, co-CEO da RIM, e ela traz uma resposta à altura do tratamento que Jobs deu às tablets de 7 polegadas. Como a declaração original é bem grandinha (e definitivamente não cabe num tweet), transcrevemos apenas os trechos mais sangrentos importantes:

Para aqueles que vivem fora do campo de distorção da Apple, sabemos que tablets de 7 polegadas vão realmente ser uma grande porção do mercado, e […] o suporte ao Adobe Flash realmente importa para consumidores […] E, por falar nisso, a RIM […] divulgou indicativos de 13,8–14,4 milhões de BlackBerries neste trimestre. A escolha da Apple de comparar seu trimestre que encerrou em setembro com o trimestre da RIM que acabou em agosto não conta a história completa, pois […] a demanda em setembro é tipicamente maior que em meses do verão [no Hemisfério Norte], e também não explica por que a Apple só vendeu 8,4 milhões de aparelhos em seu trimestre anterior […]. Como sempre, seja o assunto antenas, Flash ou vendas, há mais na história e, cedo ou tarde, até as pessoas dentro do campo de distorção vão começar a achar ruim ouvir a história pela metade.

Uma das respostas para o que o Balsillie perguntou, eu sei! No segundo trimestre de 2010, a Apple vendeu menos iPhones porque os consumidores não são burros: eles sabem que todo mês de junho sai um modelo novo. Quem, em sã consciência, compraria um iPhone 3GS, sabendo que o 4 está pra chegar? Quem, em sã consciência, compraria um MacBook Air hoje?

[via Engadget]

Posts relacionados

Comentários