Steve Jobs pego no pulo: TweetDeck nega que desenvolver para o Android seja algo assustador

Nestes tempos de internet em tempo real, a vingança vem a cavalo trazida por passarinhos azuis: depois de uma resposta bem geek de Andy Rubin (o TechCrunch confirmou que é ele mesmo), agora foi Iain Dodsworth, fundador da TweetDeck, quem usou o Twitter para rebater o que Steve Jobs disse ontem durante a conferência de resultados da Apple sobre a plataforma móvel do Google.

Recapitulando, Jobs disse: “Um cliente do Twitter, o TweetDeck, relata que precisa lidar com mais de 100 versões diferentes do Android em 244 aparelhos diferentes. A multiplicidade de combinações de hardware e software deixam os desenvolvedores com uma missão assustadora […].” Apesar de ele não dizer nada definitivo, dá pra perceber nitidamente um tom negativo, quase como se o pessoal da TweetDeck achasse o Android um inferno, certo?

TweetDeck sobre o Android

Errado! Além das palavras de Dodsworth, acima, o seguinte trecho do post original em que a TweetDeck menciona a fragmentação do Android derruba por terra qualquer hipótese de que a infinidade de tipos de hardware/software assusta os desenvolvedores: “Do nosso ponto de vista, é bem legal ter nosso app funcionando em uma variedade tão grande de aparelhos e variações do Android OS.”

Pá de cal: só duas pessoas trabalham na versão do app para Android. Ouch.

[via Silicon Alley Insider]

Posts relacionados

Comentários