Softwares das suítes iLife e iWork deverão ser vendidos separadamente na Mac App Store

Mac App Store rodando num MacBook Air

A Apple não fez nenhum anúncio oficial na sua keynote de ontem sobre isso, mas a screenshot abaixo [clique nela para ampliá-la] não deixa dúvidas:

Mac App Store rodando num MacBook Air

Quando lançada, a Mac App Store permitirá que usuários adquiram softwares das suítes iLife e iWork separadamente, tal como já é possível com a iWork para iOS.

A imagem acima pode ser meramente ilustrativa, mas por enquanto já indica que iPhoto, GarageBand e iMovie custarão, individualmente, US$15 na Mac App Store. No iPad, os aplicativos Pages, Numbers e Keynote custam US$10 cada.

O melhor de tudo é que usuários poderão baixá-los e instalá-los imediatamente em suas máquinas — algo muito mais confortável e amigável ao meio ambiente. Além disso, quem nunca for usar GarageBand e iWeb, por exemplo, não precisará mais pagar pelo pacote todo.

Outro detalhe: notaram que a janela da Mac App Store não possui barra de rolagem lateral? No demo de ontem, ficou claro que ela funciona como um app para iOS: a barrinha preta só aparece quando o usuário rola a tela, tal como em iPads e iPhones/iPods touch. Será esta uma tendência do Mac OS X 10.7 Lion, como fora dito?

[via MacNN]

Posts relacionados

Comentários